Artigo Juarez Alvarenga – Quando o sol nasce

Sob a cama onde traçamos nossos sonhos inertes abusamos nossas mentes das grandiosidades de nossas quimeras, que exigirá atitudes épicas ao tempo todo, pondo em dúvida  a veracidade e  autenticidade de nossas utopias.

         Nosso quarto,  onde nos encontramos, mesmo possuidores  de fragilidades que desemboca em mares agitados, muitas vezes, nossos horizontes ultrapassam portos seguros.

         Temos o privilégio, de todos os dias, ver o sol nascer, clareando e fragmentando as labaredas dos nossos caminhos, com objetivos que incendeia nossas mentes com sabedoria e raciocínio racional.

         Quando, o sol nasce os pássaros inquietos e guerreiros, com suas armas, procuram alimentos suculentos e mais do que isso, brigam; por cautelosamente, tendo senso dos limites e do perigo humano que o homem lhe trás.

         Quando, o sol nasce no oriente, à população em estado anestésico, paralisa o seu progresso, pois lá é noite, aqui no ocidente começa a locomotiva da evolução humana infinita, porém o progresso é como uma fazenda sem cercas dá melhor os sonhadores, ousados e astutos.

         O sol nasce para todos, mas somete os sonhadores reais são os pioneiros de fragmentos de claridade, que irão corporificar com o tempo, pois estes verdadeiros jogadores, se jogam na realidade como os mendigos se jogam nas calçadas  das noites  frias das madrugadas.

         Quando, o sol nasce à razão proeminente assenta no seu trono subindo a montanha do sucesso, apoiando nos intervalos das pedras chegando com trabalho ao topo.

         O homem se projeta ao sol, com a NASA nos seus sustentáculos. O impulso será da intensidade dos sonhos ancorados em nosso intimo.

         Quando, o sol nasce à natureza cala e a razão se instala e os sonhos são exterminados da clareza solar, pois lugar de utopias é nas bases de nosso intimo sacudindo a realidade

         Quando, o sol nasce à tendência da luta humana é terminar por pontos, pois na claridade, todos podem manusear as suas armas mais fortes. Porém, só termina antes se seus boxeadores agridem seus sonhos com força animalesca.

         Aprenda que, na vida só os aliados do sol, serão vencedores, os seus desafetos irão morrer de tédio e fracassos.

Juarez Alvarenga
Advogado e escritos
Rua Antônio B. Figueiredo, 29
Coqueiral-MG
CEP: 37235-000
Telefone: (35) 99176-9329
E-mail: juarezalvarengacru@gmail.com

 

Foto: Reprodução site http://www.cardeal.ufscar.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *