“Aquarius”, de Kleber Mendonça Filho, abrirá o Festival de Gramado

Cena do filme brasileiro "Aquarius", dirigido por Kleber Mendonça Filho, com Sonia Braga no elenco.
Cena do filme brasileiro “Aquarius”, dirigido por Kleber Mendonça Filho, com Sonia Braga no elenco.

“Aquarius”, dirigido por Kleber Mendonça Filho e protagonizado por Sonia Braga, abrirá a 44ª edição do Festival de Gramado. Essa será a primeira exibição do longa no Brasil. O tradicional festival de cinema se realiza entre 26 de agosto a 03 de setembro.

Depois de competir em 2012 com “O Som ao Redor”, o pernambucano volta à Serra Gaúcha, agora hors-concours, com “Aquarius”, filme que representou o Brasil na última edição do Festival de Cannes. Estrelado por Sônia Braga, a obra também ganhou o prêmio de melhor filme no Festival de Cinema de Sydney.

Em “Aquarius”, Sonia Braga é Clara, uma jornalista e crítica de música aposentada que vive sozinha em um edifício antigo de frente para a praia de Boa Viagem, no Recife. Alvo constante da especulação imobiliária, ela se recusa a vender seu apartamento, sofrendo pressões da construtora e dos próprios vizinhos.

O filme de Kleber Mendonça Filho foi reverenciado pela crítica internacional após ser exibido em Cannes, em maio. Os críticos também elogiaram bastante a atuação da diva brasileira de 65 anos.

Homenagens e disputa

Tony Ramos e Sonia Braga são os homenageados da edição. O ator receberá o troféu Cidade de Gramado, enquanto a atriz levará o troféu Oscarito, distinção entregue a grandes atores da cinematografia brasileira.

Seis obras brasileiras e sete estrangeiras estão na disputa pelo principal prêmio do festival, o troféu Kikito. Na mostra competitiva nacional, todos os títulos escolhidos são inéditos no circuito de festivais brasileiros.

Conheça os longas brasileiros e latinos dessa edição:

LONGAS-METRAGENS BRASILEIROS
“Barata Ribeiro, 716” (RJ), de Domingos Oliveira
“El Mate” (SP), de Bruno Kott
“Elis” (SP), de Hugo Prata
“O Roubo da Taça” (SP), de Caito Ortiz
“O Silêncio do Céu” (Brasil (SP)/Argentina), de Marco Dutra
“Tamo Junto” (RJ), de Matheus Souza

LONGAS-METRAGENS ESTRANGEIROS
“Campaña Antiargentina” (Argentina), de Ale Parysow
“Carga Sellada” (Bolívia/México/Venezuela/França), de Julia Vargas
“Espejuelos Oscuros” (Cuba), de Jessica Rodriguez
“Esteros” (Argentina/Brasil), de Papu Curotto
“Guaraní” (Paraguai/Argentina), de Luis Zorraquín
“Sin Norte” (Chile), de Fernando Lavanderos
“Las Toninas Van al Este” (Uruguai/Argentina), de Gonzalo Delgado e Verónica Perrotta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *