Anitta vai com a amiga em exposição para deficientes visuais

O exercício de se colocar no lugar do outro é complicado, mas necessário.Anitta viveu essa experiência na manhã de segunda (10), no Museu da Imagem e do Som, o MIS, em São Paulo. A cantora foi a primeira a visitar a exposição do fotógrafo brasileiro Gabriel Bonfim, De Fotografia à Tactography™, que só abriu ao grande público a partir do feriado de quarta-feira (12).

Enquanto acompanhou a amiga Nathália Santos, que é deficiente visual, pelas 24 obras da exposição em alto-revelo, todas focadas na acessibilidade, a cantora pôde experimentar as sensações de quem não enxerga. “Iniciativas como essa, uma exposição de fotografias acessível, chamam atenção para esse universo e aproxima as pessoas dessa realidade.

Toda forma de arte deveria ser acessível”, defende a cantora, sucesso no mundo pop.

Anitta visita exposição com amiga deficiente visual | Crédito: Felipe Panfili/Divulgação
Anitta visita exposição com amiga deficiente visual | Crédito: Felipe Panfili/Divulgação

 

Ela acompanhou a amiga, Nathália, que é deficiente visual, na exposição
Ela acompanhou a amiga, Nathália, que é deficiente visual, na exposição

Uma fotografia do tenor Andrea Bocelli, em alto-revelo chamou a atenção de Nathália. “Eu fiquei muito animada com essa oportunidade. Afinal, ninguém nunca descreveu ele para mim. Estava muito curiosa para saber como ele é”, contou.

Anitta ainda compartilhou histórias traumáticas que já passou ao lado da amiga. “Roubavam as coisas dela no colégio, colocavam coisas no caminho para ela cair. Certa vez, um taxista duvidou que a Nathália fosse cega e furtou o dinheiro dela. É um absurdo a falta de sensibilidade das pessoas”, lamentou.

A exposição permanece em cartaz no MIS, no Jardim Europa, zona oeste de São Paulo, até o dia 22 de outubro.

Fonte: Contigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *