Vereador é acusado de preencher guia médica em Guaxupé

guaxupe_2Um vereador de Guaxupé, é investigado por falsidade ideológica. Segundo denúncia feita pelo Ministério Público Estadual (MPE), Odilon dos Santos Couto (PRB) preencheu uma guia médica para ajudar uma conhecida, que teria ido a uma consulta sem o documento. Couto nega que tenha usado a função para obter qualquer vantagem.

“Ela [a moradora] me procurou porque ela sabia que eu tinha amizade com as enfermeiras, que eu conhecia os médicos, então ela pensou ‘era mais fácil ele conseguir do que eu'”, defendeu-se o vereador. “Eu acho que fiz certo porque, se você ajuda o próximo, você está sempre certo”, declarou.

Suspeita de uso do mandato
guaxupeO secretário municipal de Saúde, Marcos Rogério de Paula Oliveira, foi quem registrou um boletim de ocorrência sobre o caso. De acordo com ele, o vereador entrou em uma área reservada a pacientes e funcionários e invadiu o consultório para para pegar o documento, que teria sido preenchido por ele mesmo com a especialidade, o nome da paciente e a queixa.

Couto ainda teria exigido que funcionários providenciassem o carimbo do médico responsável. “Imediatamente, nós chamaos a polícia e fizemos um boletim de ocorrência, não por se tratar de um vereador, mas por se tratar de uma pessoa que invadiu e preencheu um documento público”, explicou o secretário.

Pedido de cassação foi rejeitado
A discussão em torno da conduta do vereador foi parar na Câmara de Vereadores. A procuradoria geral do município enviou à Câmara um pedido de investigação. Já o MP solicitou a abertura de um processo de cassação, por entender que houve uso do mandato para favorecer uma pessoa conhecida. As duas solicitações foram rejeitas pela maioria em plenário.

Agora o caso está restrita à investigação policial e o inquérito, que deve ser concluído em até 30 dias, vai apurar se houve falsidade ideológica por parte de Couto. O promotor Thalles Tácito Cerqueira informou que um exame grafotécnico também deve ser realizado para confirmar se a guia médica foi realmente preenchida pelo vereador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *