Tanque de fábrica se rompe e 25 toneladas de argila caem em córrego em Poços de Caldas

erca de 25 toneladas de argila caíram em um córrego que abastece a Represa Saturnino de Brito, em Poços de Caldas (MG). Segundo o Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae), o material, um composto utilizado na fabricação de porcelanas, teria vindo do tanque de uma unidade da empresa Lorenzetti, localizada próximo à represa.

Ainda conforme o Dmae, o acidente provocou alerta no sistema de abastecimento da Estação de Tratamento de Água – ETA 1. Após tomar conhecimento do acidente, técnicos do Dmae estiveram no local para avaliar a situação.

Segundo o diretor do Dmae, Antônio Roberto Menezes, a princípio o acidente não afetou o abastecimento de água, já que a estação continua operando normalmente. No entanto, será feita uma análise para saber se algum componente pode contaminar a represa.

A Lorenzetti confirmou que durante a madrugada desta quarta-feira (23) houve o rompimento de um tanque contendo um material não danoso em sua fábrica em Poços de Caldas. Ainda conforme a empresa, o material em questão se chama “Barbotina”, uma mistura de argila, caulim e água, que é inerte e não é quimicamente reativo.

O vazamento atingiu as galerias de águas pluviais e, conforme a empresa, somente uma quantidade pequena atingiu a represa.

Tanque se rompe e argila toma córrego em Poços de Caldas (Foto: Reprodução / Redes Sociais)
Tanque se rompe e argila toma córrego em Poços de Caldas (Foto: Reprodução / Redes Sociais)

 

Córrego abastece Represa Saturnino de Brito, em Poços de Caldas (Foto: Reprodução / Redes Sociais)

Fonte: G1 Sul de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *