Suspeitos são vistos saindo de rádio incendiada

A Polícia Civil de Bom Jesus da Penha, investiga o envolvimento de quatro pessoas no incêndio que destruiu a rádio comunitária da cidade na madrugada desta terça-feira (5). Testemunhas disseram terem visto três homens deixarem o local assim que o fogo começou, por volta das 3 horas.

No início da noite, a polícia conseguiu localizar três pessoas, que foram ouvidas e liberadas. Por volta das 19h30, o possível mandante ainda era ouvido na delegacia da cidade. A polícia também investiga se o incêndio tem relação com ameaças que a emissora teria recebido anteriormente.

Ainda segundo a polícia, além do incêndio, equipamentos, como uma tv e um computador, foram levados do local. A investigação aponta que os suspeitos entraram na emissora pelos fundos. O imóvel era protegido apenas por uma cerca e ali foi encontrado um vidro de álcool, material possivelmente usado na ação.

O locutor Luiz Antônio da Silva foi o primeiro a chegar à emissora. “Tudo tampado de fumaça, saindo pelo vitrô. Não tinha nem como entrar lá”, relatou.

Rádio comunitária
A Rádio Nova Era FM ficava em uma casa na Rua Antônio Teodoro Neto, no bairro Nossa Senhora da Penha, e funcionava há cerca de três anos, com autorização do Ministério das Comunicações, em um imóvel pertencente à prefeitura. A emissora era mantida pela Associação Bonjuense de Radiodifusão. Com o incêndio, os prejuízos são estimados em cerca de R$ 30 mil.

radio_interna

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *