SES investiga mais um caso de febre amarela em Delfinópolis

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), confirmou que investiga mais um caso de febre amarela em Delfinópolis. A atualização foi feita no último boletim que acompanha o avanço da doença no estado. Agora, a secretaria diz que há três casos confirmados da doença na cidade e um em investigação. No entanto, a secretaria não divulgou detalhes sobre o novo caso.

Duas mortes na cidade já tinham sido confirmadas pelo órgão. Uma outra morte, referente a uma turista de Paulínia (SP), foi confirmada pela Secretaria de Saúde de São Paulo.

A SES já confirmou 59 mortes por febre amarela no estado. Outros 79 óbitos ainda estão sendo investigados. Conforme a secretaria, os casos confirmados da doença no estado são 169. Outros 641 casos da doença ainda estão sob investigação. 54 notificações foram descartadas.

 

Este é o pior surto de febre amarela já registrado em Minas Gerais. Conforme a SES, na maioria dos casos suspeitos, as pessoas tiveram os sintomas entre os dias 08 e de janeiro de 2017, inclusive os novos números desta semana.

Ainda segundo a secretaria, os casos confirmados já passaram por exame laboratorial detectável para febre amarela; exame laboratorial não detectável para dengue; histórico vacinal (não vacinado/vacinação ignorada); sinais e sintomas compatíveis com a definição de caso; e exames complementares que caracterizam disfunção renal/hepática.

Três casos e duas mortes pela doença já estavam confirmados na cidade.
Três casos e duas mortes pela doença já estavam confirmados na cidade.

Fonte: G1 Sul de Minas

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *