Sem repasse, cardápio de merenda escolar tem só 2 opções em Poços

Salsicha e carne moída. Essas são as duas únicas opões de mistura no cardápio servido diariamente para os estudantes de escolas públicas municipais em Poços de Caldas. O problema também afeta o Restaurante Popular, que há semanas tem servido as mesmas misturas. Nutricionistas destacam que comer salsicha com muita frequência pode ser prejudicial à saúde.

A merenda servida nas 35 escolas do município, para cerca de 14 mil estudantes, já tinha sido motivo de reclamações no último ano. A empresa responsável pelas refeições escolas é a mesma que fornece a comida para o Restaurante Popular.  Na rede de ensino, o cardápio já tinha mudado em 2015. Foram retiradas as saladas e algumas frutas da merenda.

Nesta terça-feira (10), na Escola Municipal Professor Júlio Bonazzi, teve risoto de salsicha com cenoura e tomate. Pela programação da semana, já dá pra saber que na quinta-feira vai ter salsicha de novo. “Quando não é carne moída, e salsicha, quando não é salsicha, é carne moída”, contou o estudante Matheus Henrique Pereira.

Ao todo, 207 alunos estão sem variedade no cardápio. Há quem não se importe, como a Alice Gouveia e Silva. “Eu gosto, mesmo todos os dias”, disse.
Mas o Matheus discorda. “É enjoativo comer isso todos os dias”, completou.

Nas outras escolas do município, a situação também é a mesma. No Colégio Municipal Doutor José Vargas de Souza, o maior da cidade, com 2,3 mil alunos nos três turnos, desde o início deste mês, dia sim, dia não, tem salsicha. “Não tem mais o frango que tinha antes, faz tempo que estamos assim”, disse a diretora Maria Rosmey da Silva Amaral.

Além da salsicha como única opção de carne, os alunos reclamam também da repetição da sobremesa. “Vai enjoando, porque é só laranja, laranja, laranja”, comentou Bryan Borges dos Santos.

A estudante Ana Julia Ferrante de Assis também reclama. “É uma vergonha ter só dois tipos de carnes”.

Restaurante Popular
O mesmo problema afeta o Restaurante Popular de Poços de Caldas. A salsicha e a carne moída têm sido servidas dia sim, dia não. A empresa é a mesma. No caso do Restaurante Popular, o motivo da repetição na comida deve-se ao atraso no repasse financeiro por parte do município.

A nutricionista Telma Battagini explicou que a salsicha, por ser um alimento industrializado e com grande quantidade de gordura e sódio, pode fazer mal. Segundo ela, a longo prazo, o consumo do alimento aumenta o colesterol e o triglicérides e pode aumentar as doenças cardíacas.

Segundo ela, a salsicha deveria ser consumida no máximo uma vez a cada 15 dias e não com tanta frequência, até porque é um produto com grande quantidade de compostos que podem tornar-se cancerígenos.

Crianças têm comido apenas salsicha e carne moída na merenda em Poços de Caldas (Foto: Reprodução EPTV)
Crianças têm comido apenas salsicha e carne moída na merenda em Poços de Caldas (Foto: Reprodução EPTV)
Prefeitura promete resolver
Questionada sobre o problema, a administração municipal esclarece que há uma dívida com a empresa que fornece a merenda para as escolas, bem como para o Restaurante Popular. Em nota, a Assessoria de Imprensa da Prefeitura informou sobre o atraso, mas não revelou o valor do contrato e nem desde quando existe a pendência.Segundo o coordenador administrativo da Secretaria de Educação, Nilvado Aparecido, a administração desconhecia o fato da quantidade de salsicha fornecida aos estudantes. “Nós tomamos conhecimento disso agora e até normalizar as coisas, a salsicha está prevista no cardápio, mas não com essa frequência, mas, vamos verificar o que está acontecendo e dialogar com a empresa e ver a execução do cardápio”, esclareceu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *