Sábado violento em Perdões acaba com três pessoas assassinadas

As autoridades de Perdões registraram no último sábado (3), três homicídios na cidade em menos de 15 horas.

No final da manhã, Milena Maria Ribeiro, de 34 anos, foi encontrada morta dentro de uma vala às margens da linha férrea, no bairro Placedinos. Ela estava nua e tinha um corte profundo do lado esquerdo do pescoço, lesões no rosto, aparentemente de espancamento e lesões nas costas. Milena vivia com um companheiro, ela tinha passagens pela PM por envolvimento com drogas e furto. O seu corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) em Lavras, para ser necropsiado.

O segundo homicídio aconteceu por volta de 21h45, na rua Alberto José dos Santos, no bairro Alvorada. Edicarlos Júnior de Andrade Ribeiro, solteiro, 19 anos, conhecido como “Boca”, morreu vítima de disparos de arma de fogo.

Segundo narrou uma testemunha à Polícia Militar, ela estava na casa com a mãe da vítima, quando viu duas pessoas entrando pelo portão da casa e correndo até o fundo do quintal, em seguida, ouviu mais disparos de arma de fogo e logo depois viu as pessoas que tinham entrado, saindo correndo, elas usavam capuz para esconder os rostos.

A vítima Edicarlos Júnior, segundo a perícia, recebeu sete tiros espalhados pelo corpo, todos com calibre 38. Com a vítima foram encontrados R$ 234,50. De acordo com a Polícia Militar, Edicarlos tinha passagens pela polícia por envolvimento com drogas. Seu corpo foi conduzido para o Instituto Médico Legal (IML) “Virgílio Carvalho”, em Lavras, para a realização da necropsia. Até o momento ninguém foi preso.

O terceiro homicídio aconteceu por volta de 23h30 na rua Paulo Justo Vieira, no bairro Chácara Bela Vista. Marcelino de Fátima Domingos, 42 anos, pedreiro, foi morto por espancamento.

De acordo com uma testemunha que narrou o acontecido à Polícia Militar, ela estava pronta para dormir quando escutou gritos vindos da garagem, ela levantou e correu até o local e presenciou uma discussão entre Marcelino e alguns rapazes. Segundo ela, eles comemoravam a morte de Edicarlos, o “Boca” e Marcelino disse para não fazerem isso, momento em que eles avançaram sobre ele e o jogaram no chão. A testemunha contou que um dos agressores pegou um banco de madeira e desferiu forte pancada nas costas da vítima, o impacto foi tão forte que abriu um buraco nas costas de Marcelino, em seguida, foram desferidos mais dois golpes. Os outros rapazes chutavam e esmurravam a vítima.

A vítima foi socorrida e levada por um veículo particular até a Santa Casa da cidade, mas deu entrada naquela unidade de saúde já sem vida. Os agressores foram identificados pela testemunhas e foram presos em seguida. Eles têm envolvimento com o submundo das drogas.

Outro caso com três homicídios

Esta não é a primeira vez que acontece um triplo homicídio em Perdões, no último dia do carnaval de 2015, naquela cidade, um casal foi morto a tiros na praça Zoroastro Alvarenga, próximo a matriz da cidade, 20 minutos depois, na rua Beltrão Pereira, um rapaz de 29 anos que vendia cerveja no local, foi assassinado a tiros, os assassinos foram presos algum tempo depois.

Fonte: Jornal de Lavras / Foto: Ilustrativa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *