Procon vai às ruas investigar ‘black friday’ em Poços de Caldas

A ‘black friday’ acontece nesta sexta-feira (27), e costuma trazer polêmicas quanto aos descontos oferecidos pelo comércio em todo o Brasil. Para evitar o que muitos chamam de ‘black fraude’, o Procon de Poços de Caldas, decidiu investigar pela primeira vez a promoção na cidade.

Os fiscais vão visitar lojas e analisar as etiquetas e panfletos, anotar tudo e, na sexta-feira, vão voltar às lojas para comparar os preços e ver se os produtos realmente estão com descontos ou se a propaganda foi enganosa.

“Os itens que estarão na promoção participando da black friday têm que ter a etiqueta especificada o preço anterior, que já tinha antes da promoção, e o preço promocional, inclusive as formas de pagamento, se à vista, se aceita crediário, em quantas vezes, a discriminação de juros. Essa regra de precificação que o consumidor já conhece”, explica o fiscal Eduardo Cunha.

A ideia surgiu porque em anos anteriores eles receberam muitas reclamações. Os consumidores perceberam que os produtos que deveriam estar na promoção estavam com o preço na ‘metade do dobro’. Com essa fiscalização, até os comerciantes estão se sentindo  mais seguros.

“Existe alguns comércios que suspendem o preço para depois dar aquele desconto fantasioso. Então é bom que o cliente esteja atento, e também o Procon este junto acompanhando, que isto é uma satisfação muito grande para nós, para provar que verdadeiramente, a liquidação que vai acontecer é uma liquidação verdadeira”, afirma o gerente Carlos Bertoldi.

Fiscais do Procon de Poços de Caldas (MG) estão monitorando lojas para a black friday (Foto: Reprodução EPTV)Fiscais do Procon de Poços de Caldas, estão monitorando lojas para a black friday.

A coordenadora geral do Procon na cidade, Rita de Cássia Raimundo, explica o que pode acontecer se forem encontradas propagandas falsas. “Se for reconhecida alguma fraude, o Procon pode autuar, pode inclusive retirar essa promoção do mercado”.

Os consumidores aprovaram a ideia. “É bom saber que o Procon está fazendo sua parte para o consumidor não ser enganado, não ter falsar propagandas, que a gente acredita estar comprando o melhor produto e vai ver a gente está sendo enganado de novo”, diz o recepcionista Jonathan Rogério Mouro Bonaldo.

“É muito bom, porque a gente tem certeza que vai estar na sexta-feira, ou durante a semana, o preço vai ser real, vai estar mesmo com a metade do preço”, completa a farmacêutica Marcelle Silva Barbosa Ottoni.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *