Preso suspeito de incendiar casa da ex-companheira em Campos Gerais

Redação CSul – Alisson Marques/Foto: Corpo de Bombeiros

Atual companheiro não resistiu as queimaduras e faleceu. Mulher tem 70% do corpo queimado e segue em estado gravíssimo. 

Foi preso nesta segunda-feira (11), o suspeito de incendiar a casa da ex-companheira na noite do último domingo (10), em Campos Gerais. A motivação do crime ainda não foi revelada. De princípio o incêndio não foi registrado como criminoso, no entanto, fortes indícios que provam ao contrário levaram a prisão do homem, de 47 anos.

Dentro da residência, estavam além da mulher, Vanderson Ricardo Novaes, de 36 anos, seu atual companheiro. Ambos estavam inconscientes no momento do socorro. Vanderson morreu a caminho do hospital. A outra vítima teve 70% do corpo queimado e seu estado de saúde é considerado gravíssimo. A paciente foi levada até o hospital da cidade, depois encaminhada para o CTI do hospital Alzira Velano, em Alfenas e aguardava transferência para o hospital João XXIII, em Belo Horizonte.

O corpo de Vanderson foi encaminhado para o IML de Poços de Caldas.

Até esta publicação a polícia não havia dado detalhes sobre como foi feita a prisão e como o suspeito foi ligado ao crime. A perícia da Polícia Civil esteve no local.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *