Prefeitura suspende benefícios de servidores em Piranguinho

A Prefeitura de Piranguinho, suspendeu por 90 dias os benefícios de cerca de 300 funcionários públicos. Segundo a administração, a justificativa para os cortes está na crise econômica do país, que já afetou os gastos com os serviços públicos municipais.  Os benefícios existem há mais de 9 anos na cidade.

O decreto assinado pelo prefeito municipal suspendeu o vale-alimentação mensal de R$ 150 e também a ajuda de custo para a compra de medicamentos. O município pagava metade do valor de remédios da farmácia básica. Com a mudança, agora ela vai pagar apenas 25%.

O corte pegou os servidores de surpresa.”Foi um baque. Eu tinha acabado de pegar vários remédios na farmácia, no qual a prefeitura sempre me ajudou a pagar. E agora sobrou tudo pra mim”, disse Róbson Rodrigues de Souza, auxiliar de serviços gerais

“Tirar 150 reais do salário é como se tirasse 15% do vencimento de cada servidor. Então isso faz falta no final do mês”, afirmou o motorista Ricardo Muniz Rennó.

Segundo o prefeito, os salários estão em dia e, se a situação melhorar, o prazo de 90 dias pode ser reduzido.

“Pensando na questão de equilíbrio das contas, não cortar os projetos e programas que nós ofertamos à população, é que nós optamos por esse caminho. Eu não tenho vontade nenhuma de prorrogar isso, mas eu não tenho bola de cristal para saber se a partir de janeiro vai ser excelente a nossa vida em termos de controle de contas”, disse o prefeito Antônio Carlos Silva.

piranguinho_interna

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *