Polícias fazem operação, recuperam materiais furtados, apreende armas e ‘quebra’ o tráfico em Três Pontas

As polícias Civil e Militar, continuaram na manhã desta segunda-feira (27), uma operação que visa recuperar materiais furtados no comércio de Três Pontas nos últimos dias. O trabalho começou na sexta-feira (24), quando uma grande quantidade de crack e maconha foram apreendidas no bairro São Judas Tadeu. A sequência nesta segunda, foi com o cumprimento de mais quatro mandados de busca e apreensão no bairro Padre Vitor e outros três imóveis, um deles no bairro Aristides Vieira, onde havia informações de produtos receptados foram alvos da polícia.

O resultado da operação surpreendeu as próprias polícias. Além de encontrar aparelhos celulares, notebook’s, caixas de som, microfones, fones de ouvidos, durante as buscas foram encontrados, armas, munições e drogas inclusive sintética, difícil de ser encontrada na região.

Os alvos foram nas ruas Niterói e Recife. Na Rua São Paulo, o jovem Euler Patrick Mendes de 21 anos, armazenava a droga em um recipiente utilizado para guardar remédios, que indica os dias para os medicamentos serem utilizados. Na casa também foi encontrada uma moto utilizada para fazer trilha com o chassi com a numeração raspada. O veículo foi apreendido.

Na Rua São Paulo, onde havia a informação de que estaria um aparelho de notebook furtado, os policiais encontraram um arsenal. Dois revólveres, uma escopeta, com numeração raspada, munições, balanças de precisão, embalagens, vários tabletes grandes e pequenos de maconha, cocaína, crack, ecstasy, um rádio comunicador, uma derriçadeira manual de colher café e dinheiro.

O que chama a atenção é que os criminosos estão se modernizando e personalizando os entorpecentes a serem vendidos. Para separar a maconha por valor e qualidade, eles utilizam adesivos com figuras de personagens, como o Simpons. Nas embalagens já vem o valor com que cada bucha é vendida: R$10.

Na Rua Luis Antônio Ribeiro, no bairro Aristides Vieira, a polícia apreendeu mais um aparelho notebook.

Foram presos e conduzidos a Delegacia:  Igor Vitor Barnabé de 18 anos, Talles Henrique Pereira “Daleste de 18, Alessandro Willian Oliveira Rosa de 23 anos, Euller Patrick Mendes de 21, seu irmão Maicon André Mendes de 25. A esposa dele, Jéssica de Brito Barbosa de 19 anos também foi conduzida.

De acordo com o inspetor da Polícia Civil Gustavo Domingos, todos os suspeitos são conhecidos no meio policial, por uso e tráfico de drogas. Segundo ele, o tráfico de drogas fomenta outros crimes. Além de estarem viciando as pessoas, incentivam principalmente jovens a cometerem furtos para trocar por drogas. Recuperar materiais furtados é difícil pois eles são vendidos e repassados rapidamente para várias pessoas. As armas segundo a polícia são utilizadas para praticar crimes e também para proteger a boca de fumo.

O Cabo da PM Miele Garcia, informou que ao registrar o crime de furto, como vem acontecendo com frequência neste último mês, a Polícia Militar faz uma análise diária de todas as ocorrências registradas e busca indícios dos possíveis autores.  Através de levantamento de imagens ou relato feito em denúncias, que é fundamental para o trabalho da polícia. Assim é possível identificar pontos específicos da atuação dos criminosos, no comércio no Centro e em residências próximas.

Fonte: Equipe Positiva / Fotos: Polícias Civil e Militar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *