Polícia investiga suposto ‘churrasco de gato’ em São Lourenço

A Polícia Civil vai investigar se gatos foram usados para fazer churrasco durante a Festa de Agosto, realizada em São Lourenço. A denúncia aconteceu depois que cerca de 150 rabos dos felinos aparecerem espalhados em uma rua do bairro Vale dos Pinheiros, após o fim da festa, neste sábado (15).

still0819_00008“É uma coincidência gritante, né? Agora eu acho que cabe à Vigilância Sanitária. Ontem eu tentei falar com a Vigilância [Sanitária] e eles não me deram sequer um retorno, para falar como foi o controle de carne dessas barracas. Eu realmente não tive uma resposta até agora”, diz a comerciante Denise Lage, que é voluntária do grupo de proteção aos animais Patrulha Animal.

O gerente da Vigilância de Sanitária da cidade, Luiz Roberto Bacha, disse que todas as barracas que trabalharam com alimentos durante a festa foram fiscalizadas antes e durante o evento, e que todas estavam dentro das normas.

A Polícia Militar do Meio Ambiente esteve no local e registrou um boletim de ocorrência. Eles acreditam que os gatos não eram da cidade.

“Pelo fato de ser um grande volume, alguém já teria reclamado. E até então, a Polícia Militar do Meio Ambiente não recebeu nenhuma reclamação de sumiço de gatos na cidade. Não foi encontrada nenhuma outra parte, somente a cauda”, afirma o sargento Márcio Teixeira de Melo.

A perícia da Polícia Civil recolheu o material para análise e percebeu que a maioria dos rabos apresentava uma raspagem em forma de espiral, feita por algum tipo de máquina.  Segundo o delegado Marcel Junqueira, os policiais trabalham também com a hipótese de que os animais possam ter sido sacrificados em rituais de seitas religiosas. O resultado da perícia fica pronto em 10 dias.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *