Parte de funcionários da Fundação do Vale do Sapucaí está sem receber salário este mês

Parte dos funcionários da Fundação do Vale do Sapucaí (Fuvs), de Pouso Alegre (MG), diz que ainda não recebeu o salário este mês. Devido a isso, os funcionários fizeram uma manifestação na manhã desta terça-feira (12) na cidade.

Os funcionários se reuniram em frente ao pronto-atendimento do Hospital Samuel Libânio para protestar. Eles se vestiram de preto e mostraram cartazes pedindo mais estabilidade no emprego, transparência com as informações e respeito.

Parte dos salários foi paga nesta terça-feira para os funcionários ligados à área de atendimento de saúde. Segundo a presidente da fundação, Andreia Adão Reis, na tarde de segunda-feira, o governo estadual repassou R$ 3,6 milhões à entidade, que utilizou esse dinheiro para fazer os pagamentos.

No entanto, a fundação não administra só o hospital. Ela é responsável também por dois colégios e uma universidade. Professores e funcionários ligados à área administrativa e de serviços gerais ainda não receberam os salários.

Funcionários da Fuvs protestam por atraso de salários em Pouso Alegre (Foto: Reprodução EPTV)
Funcionários da Fuvs protestam por atraso de salários em Pouso Alegre (Foto: Reprodução EPTV)

Segundo a presidente da fundação, a previsão é de que a situação seja normalizada até o fim da semana.

Impasse na Fuvs

Em maio deste ano, houve uma mudança no Conselho Diretor da Fundação do Vale do Sapucaí, baseada em uma modificação do estatuto feita em março deste ano. No entanto, o desembargador Bittencourt Marcondes julgou a eleição inválida.

Em agosto, a pedido do governo do estado, o juiz José Hélio da Silva determinou que um novo conselho interino tomasse posse. Mas dias depois, o mesmo juiz acatou um pedido do Ministério Público destituindo a diretoria interina e colocando o promotor Agnaldo Lucas Cotrim, curador das fundações de Pouso Alegre, como presidente interino da Fuvs.

No dia 31 de agosto, uma audiência de conciliação instaurou um novo conselho para a fundação, que é presidida agora pela superintendente da Secretaria Regional de Educação, Andréia Adão Reis.

Fonte: G1 Sul de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *