Operação “Desata Nó” combate organização criminosa envolvida em tráfico e lavagem no Sul de Minas

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco – Varginha), em conjunto com a 4ª Promotoria de Justiça de Três Corações, deflagrou nesta segunda-feira (03), no Sul do estado de Minas Gerais, a operação “Desata nó”. O alvo da operação é uma organização criminosa ligada a uma facção que atua em Minas Gerais e São Paulo. Os suspeitos estavam ligados ao tráfico de drogas e à lavagem de dinheiro. Entre os presos, estão um advogado e um estagiário de direito.

Com o auxílio da Polícia Militar, estão sendo cumpridos 18 mandados de prisão preventiva e 12 mandados de busca e apreensão. Outras 21 pessoas já haviam sido presas em flagrante no decorrer das investigações.

Também já foram apreendidos 41 kg de maconha, 7 kg de cocaína, 30 buchas de maconha, 59 papelotes de cocaína, 13 pedras de crack, uma arma de fogo, quatro veículos e uma motocicleta.

Nesta segunda, foram apreendidos mais 9 kg de maconha, 700 g de cocaína, uma submetralhadora, um revólver, munições, celulares, dois veículos e uma motocicleta. Foram expedidos ainda nove mandados de busca e apreensão de veículos utilizados para o tráfico. Nas contas correntes usadas pela organização, o MP encontrou R$ 50 mil.

 

O MP ainda não divulgou o balanço final dos trabalhos desta segunda.

Fonte: Ministério Público de Minas Gerais / Fotos: PM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *