Operação Capina em Pouso Alegre investiga organização que desviou mais de R$ 13 milhões de reais em recursos públicos

O Ministério Público em parceria com a Polícia Militar e Civil, além do Grupo de Atuação Especial de Promotores de Defesa do Patrimônio Público (GEPP) e do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas- GAECOpromoveu na manhã desta quarta-feira (11), a “Operação Capina”, para cumprir mandados de busca e  apreensão em empresas e residências de investigados de desviar recursos públicos do Município de Pouso Alegre.

Segundo nota oficial do MP de Minas Gerais a organização criminosa praticou fraude à licitação, peculato (por meio de pagamentos feitos por serviços de locação de mão de obra não prestados) e lavagem de dinheiro.

Os elementos coligidos pelo Ministério Público demonstraram que a organização criminosa desviou recursos públicos no montante de ao menos R$ 13.851.327,80 (treze milhões, oitocentos e cinquenta e um mil, trezentos e vinte e sete reais e oitenta centavos).

Dois empresários foram alvos de prisões nesta quarta-feira (11), Higor Pacheco Floriano foi apreendido e está na delegacia da cidade. Seu pai, José Aparecido Floriano Filho informou a polícia que está em viagem e que se apresentará na delegacia na taerde desta quinta-feira (12), caso contrário será considerado foragido, após sua chegada os dois serão levados para o presídio da cidade. A princípio, as prisões serão temporárias por 5 dias, no entanto, poderá ser prorrogada segundo o MP.

Segundo o coordenador do Gaeco, Fabiano Laurito, a próxima etapa da operação será chegar até um grupo político: “Agora a investigação continua para eventualmente se chegar ao grupo político, que possivelmente está por trás dessa organização criminosa“- informou, Laurito.

Participaram da operação, quatro Promotores de Justiça, um delegado civil, cinco investigadores da Polícia Civil, um Procurador da República e 12 policiais militares.

Foto: Madson Gomes

Redação CSul – Alisson Marques 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *