Norte-americano é encontrado morto em presídio de Pouso Alegre; Sean Karl Grebinger seria extraditado para os EUA

Sean Karl Grebinger seria extraditado para os Estados Unidos e estava com uma corda feita de tecidos amarrada no pescoço e nas grades da cela

Reprodução

O norte-americano, procurado pela Interpol e encontrado morto no presídio de Pouso Alegre, teria cometido suicídio, segundo a Polícia Civil. De acordo com o Departamento Penitenciário (Depen/MG), Sean Karl Grebinger estava com uma corda feita de tecidos amarrada no pescoço e nas grades da cela.

Sean foi encontrado morto nesta sexta-feira (21) por volta das 8h30, durante a entrega do café da manhã aos detentos. Os policias penais constataram o óbito. Segundo a Depen, Grebinger não dividia cela com outros presos. Na cela foram encontradas três cartas destinadas aos familiares.

“Ele deixou cartas de despedida para a familiares e amigos. Deixou uma carta para a mãe, falou muito dos filhos dele nessa carta, falou pro amigo pra que cuide dos filhos dele”, detalhou o delegado regional da Polícia Civil, Renato Gavião.

A perícia da Polícia Civil foi acionada para investigar as circunstâncias da morte e o presídio, por sua vez, irá instaurar um procedimento interno para apurar administrativamente o fato.

“Também trabalhamos com a hipótese de que ele estava sozinho na cela, então dificilmente teria sido vítima de homicídio. São indícios fortes de que ele se suicidou”, completou o delegado.

Sean aguardava a extradição para os Estados Unidos. Os dois filhos dele embarcaram para o país norte-americano na quinta-feira (20) e ficarão com a avó materna, que tem a guarda deles. No estado de Louisiana, onde ele teria matado a esposa, há pena de morte por injeção letal. Ainda não há informações se Sean receberia essa sentença.

O caso

Sean Karl Grebinger, de 48 anos, estava na lista de mais procurados do mundo da Interpol. Ele é acusado de matar a então esposa Crystal Dupuis Grebinger, e esconder seu corpo em 2013 nos Estados Unidos. O corpo dela nunca foi encontrado.

Reprodução

Fonte: Pouso Alegre.Net / Foto: Reprodução Internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *