Namorado de garota de 14 anos morta cometeu o crime, conclui a polícia

A Polícia Civil concluiu o inquérito sobre a morte de Giovanna da Costa de Cillo, de 14 anos, que ocorreu em fevereiro em Alfenas. Para o delegado Márcio Bijalon, que investigou o caso, não há dúvidas de que Lucas de Assis Ferreira, de 26 anos, que namorava há 6 meses com a adolescente, cometeu o crime.

A polícia diz que a motivação foi fútil e banal. O depoimento de duas testemunhas foi essencial para concluir que o rapaz matou Giovanna.

Depois de negar o homicídio em dois depoimentos anteriores, Ferreira voltou atrás e confessou o assassinato para a polícia no mês passado, enquanto era transferido para o Presídio de Ribeirão das Neves.

“Ele alega que usava drogas à noite, foram para aquele local e teriam discutido. Segundo o rapaz, ela teria avançado nele, e ele teria abraçado e depois enforcado ela”, disse o delegado.

Segundo a polícia, o casal teve relação sexual sob efeito de drogas e, depois de uma discussão, Giovanna foi esganada até a morte. O exame de DNA, que ainda não ficou pronto, deverá indicar se o namorado teve a ajuda de outra pessoa.

giovana_interna
Adolescente de 14 anos foi encontrada morta em Alfenas em fevereiro (Foto: Reprodução Facebook)

Entenda o caso
O corpo da adolescente foi encontrado na estrada do “Pântano” no dia 14 de fevereiro. A jovem tinha marcas no pescoço e estava sem as roupas íntimas. Uma testemunha contou que viu Giovanna acompanhada de um homem momentos antes de ser assassinada.

A testemunha também disse ter visto uma moto vermelha. A polícia apurou que Lucas Ferreira tem uma moto da mesma cor.

Agora a Polícia Civil de Alfenas abriu outra investigação para saber quem são os homens que participaram do vídeo onde o rapaz é torturado para confessar o crime. Nas imagens, divulgadas um dia após o crime, Ferreira aparece amarrado a um pé de café e diz, sob tortura, ser o assassino de Giovanna. Na época ele foi ouvido e liberado pela polícia, mas semanas depois foi preso preventivamente.

O suspeito do crime permanece no presídio em Ribeirão das Neves. Ainda conforme o delegado do caso, ele será indiciado por homicídio duplamente qualificado.

Corpo da jovem de 14 anos foi encontrada em estrada na zona rural de Alfenas, MG (Foto: Minas Acontece / Reprodução EPTV)
Corpo da jovem foi encontrada em estrada na zona rural (Foto: Minas Acontece / Reprodução EPTV)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *