Mutirão da Dengue: Cidades se mobilizam no combate ao mosquito Aedes aegypti

O 2º Mutirão Regional de Combate ao Aedes aegypti acontece neste sábado (18), no Sul de Minas. A ação, promovida pela EPTV em parceria com as prefeituras da região, será realizada a partir das 7h30. Pelo menos 27 municípios já confirmaram participação (veja abaixo a lista completa).

O objetivo é desenvolver ações simultâneas, em um único dia, de combate aos criadouros e à proliferação do mosquito transmissor da dengue, febre chikungunya e vírus da zika, além de ser o vetor urbano da febre amarela. O primeiro mutirão, realizado ano passado, contou com a participação de 52 cidades do Sul de Minas.

Na região, já está confirmado o mutirão em Borda da Mata, Camanducaia, Guaxupé, Pedralva, Santa Rita do Sapucaí, Varginha, Cambuquira, Santo Antônio do Amparo, Itutinga, Caldas, Campanha, Boa Esperança, Poços de Caldas, Pouso Alegre, Nepomuceno, São Pedro da União, Itapeva e Carmo de Minas.

Em Varginha, o ponto de encontro vai ser no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do bairro Carvalhos. Poços de Caldas terá como ponto de encontro o Hospital Margarita Morales, na zona leste da cidade. Pouso Alegre ainda não definiu o local.

Segunda edição de Mutirão Regional contra a Dengue acontece no dia 18 de fevereiro no Sul de MG (Foto: Reprodução EPTV)
Segunda edição de Mutirão Regional contra a Dengue acontece no dia 18 de fevereiro na região (Foto: Reprodução EPTV)

Além dos municípios do Sul de Minas, o projeto também acontecerá em todas as cidades onde a EPTV está presente, que totalizam 317 municípios com mais de 11 milhões de pessoas. Para participar ou ter outras informações, é só entrar em contato pelo telefone (35) 2106-6498.

Em Minas Gerais
De acordo com o último boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais, são 6.416 casos prováveis (casos confirmados e suspeitos) de dengue e três mortes suspeitas em investigação. Em relação à febre chikungunya, o estado registrou, até o momento, 301 casos prováveis da doença.

Já o vírus da zika, foram registrados 99 casos prováveis no estado. Em relação às gestantes com doença aguda pelo vírus da zika, foram confirmados 1.098 casos em 2016, e até o dia 9 de fevereiro, 406 casos estão em investigação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *