Moradores de bairros que viraram distritos esperam por melhorias

Moradores de bairros de duas cidades do Sul de Minas que passaram a ser distritos neste ano esperam por melhorias. Em Muzambinho e Juruaia, duas localidades passaram a ser consideradas zona urbana. Teoricamente elas receberiam vários benefícios, como água tratada e pavimentação. Só que na prática, isso não aconteceu e virou motivo de reclamação de moradores.

Em Juruaia, a Mata dos Sinos deixou de ser área rural para se tornar urbana.

“A nível de governo, tanto estadual, quando federal, diretamente será viabilizado recursos do próprio Estado para o município, via prefeitura porque aqui ainda não é cidade, é um distrito da cidade de Juruaia. O que muda para nós do distrito são essas regalias que o distrito vai ter a partir de agora”, disse o vereador Juraci Profírio de Souza.

Com isso, os moradores, que já pagam IPTU há bastante tempo, esperam por melhorias. Como muitos imóveis lá foram conseguidos por apropriação, só agora vai ser possível registrá-los. No local, de cerca de 1,5 mil moradores, não há nem esgoto tratado e também há problemas no cemitério.

“Não tem água, não tem energia, o pessoal pega água na minha casa, pega energia na minha casa, se vem fazer um túmulo e eu não estou em casa o pessoal tem que ir embora porque não tem energia, é uma vergonha mesmo”, disse a dona de casa Cleonice Souza Sales.

Novos distritos criados no Sul de Minas esperam por investimentos (Foto: Reprodução EPTV)Novos distritos criados no Sul de Minas esperam por investimentos (Foto: Reprodução EPTV)

Melhorias também são esperadas no distrito de Moçambo, que também deixou de ser apenas bairro rural em Muzambinho. O novo distrito só tem duas ruas pavimentadas por enquanto. A água vem de um posto artesiano, mas segundo moradores, costuma faltar.

“O dia que fica sem essa água, fica sem lavar roupa, sem limpar casa, sem tomar banho, ai eles vão nas casas dos vizinhos que têm água de mina e pega a água para fazer comida, para tomar. Precisa ter uma água encanada para todas as casas, porque nem todas as casas tem essa água, precisa ser tratada”, disse a presidente da associação dos moradores do distrito, Ivane de Almeida.

Segundo o prefeito de Juruaia, Álvaro Mariano Júnior, um projeto está sendo elaborado para que o esgoto seja tratado no distrito. Em relação à falta de água e iluminação do cemitério, o prefeito ainda não tem previsão de quanto vai conseguir resolver o problema.

Ao todo, Minas Gerais tem hoje quase 1,6 mil distritos. Só neste ano, foram criados 16.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.