Minas Gerais registra chuvas de granizo o que prejudica algumas produções cafeeiras

Desde a última quinta-feira (24), chuvas de granizo vêm atingindo regiões de Minas Gerais como Santa Rita do Sapucaí, Caconde, Paraisópolis, São Gonçalo do Sapucaí, Itajubá e Elói Mendes. E no final de semana a chuva retornou em Boa Esperança, Paraguaçu e Varginha.

Segundo Henrique Pacheco, presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Boa Esperança, para o Notícias Agrícolas, a chuva atingiu a cidade na tarde do último sábado (26), por volta das 14h. O presidente afirmou que o granizo atingiu as áreas de produção de café e de cereais, mas afirmou que ainda não tem o total da área que foi atingida. Segundo ele, alguns produtores já sinalizaram alguns prejuízos, mas os dados ainda não foram contabilizadas.

Doroteia Renno, de Santa Rita do Sapucaí, contou que a família está ali desde 1960 e nunca tinham visto uma chuva como essa. Segundo ela sua plantação de café foi afetada, “acho que tenho que começar do zero, ou seja, mais dois anos de cuidados antes de conseguir tirar alguma coisa do pé. Acredito que a próxima produção será impactada de 30 a 50% o que refletirá nos cafés que foram esqueletados. Infelizmente a fazenda toda foi atingida. Já vemos chumbinhos caídos, ponteiros arrancados. Estou no aguardo do meu agrônomo para entendermos como recuperar”, finaliza.

Já Junia Zalaz de Paraisópolis, aponta que perdeu feijão, mandioca, milho e algumas frutas. “Ainda bem que o café escapou” conclui.

Segundo o Climatempo, os temporais estão marcando presença em áreas do estado de Minas Gerais desde o último fim de semana. As nuvens carregadas formadas pelo calor e a alta umidade provocaram pancadas de chuva por várias cidades do centro-sul do estado. Além da chuva, raios, ventos fortes e até granizo também foram registrados.

No fim de semana o destaque foi a cidade de Uberlândia, que teve problemas com o alto volume de chuva. Choveu cerca de 31mm em apenas uma hora, na estação automática do Instituto Nacional de Meteorologia(INMET). O granizo também foi um problema na cidade.

Já na tarde de segunda-feira (28), o granizo trouxe transtornos para a população da cidade de Varginha. Árvores caíram e ruas ficaram alagadas.

De acordo com dados do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), nas últimas 72h, ou seja, desde o domingo, a cidade que mais teve chuva foi Morro do Pilar, na região metropolitana de Belo Horizonte. O acumulado chegou aos 133,2mm. Em Santo Antônio do Itambé também choveu bastante, em torno dos 82,2mm. Itabira alcançou os 74mm e várias outras cidades se aproximaram dos 50mm.

A chuva ainda vai persistir nos próximos dias no centro-sul do estado, incluindo o Triângulo Mineiro e deve acumular grandes volumes entre a hoje (29) e quarta-feira. A população deve se manter atenta nos próximos dias, pois como o solo já está bem úmido há risco de novos problemas na região.

Fonte: Café Point / Fotos: Divulgação/Reprodução Redes Sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *