Liberações acontecem em áreas interditadas após chuvas; 78 pessoas ficam desalojadas e uma casa desmoronou na região

Nos últimos dias cidades do Sul de Minas vem registrando estragos deixados pelas fortes chuvas. Na última quinta-feira (13), uma casa desabou 24 hora depois de uma chuva intensa, um trecho foi liberado na MGC-491, na MG-332 uma ponte também foi liberada e 78 pessoas ficaram desabrigadas em Campo Belo, de acordo com o Corpo de Bombeiros.

MGC-491

Polícia Militar Rodoviária

Após uma cratera se abrir na via entre Alfenas e Paraguaçu, a rodovia foi interditada. No entanto, na última quinta feira (13), equipes deram início em obras para abrir um novo trecho.

O desvio fica as margens da rodovia a obra visa viabilizar ambos os sentidos do trânsito.

A Polícia Militar afirma que o desvio é apenas para veículos pequenos, mas usuários confirmam que caminhões também estão utilizando o trajeto, que tem cerca de cem metros de extensão, pavimentados com brita. Sem o desvio é preciso ir de Paraguaçu até Machado para chegar à Alfenas.

MG-332

O trecho entre Ibituruna e Bom Sucesso, onde rachaduras na estrutura apareceram após as fortes chuvas que atingiram a região, foi liberado nesta sexta-feira (14).

O local foi avaliado por engenheiros e em seguida foi autorizada a liberação do trecho. O trânsito no trecho da MG-332, entre Ibituruna (MG) e Bom Sucesso (MG), onde uma ponte apresentava rachaduras na estrutura foi liberada nesta sexta-feira (14).

A interdição ocorreu por orientação do Departamento de Estada e Rodagem (DEER), quando rachaduras se tornaram visíveis na estrutura e um desbarrancamento na cabeceira do lado da cidade de Bom Sucesso.

Campo Belo

Na madrugada da última quinta-feira (13), uma chuva deixou estragos na cidade. No bairro próximo a Prainha foi uma das áreas mais afetadas.

Moradores foram surpreendidos pela chuva, os menos afetados ajudaram os vizinhos que tiveram casas atingidas pela enchente.

Os afetados perderam tudo, um dos moradores somente pode salvar seu bebê. Uma moradora da área atingida somente saiu com a ajuda dos filhos. Segundo os Bombeiros, a situação de  foi de alagamento devido às fortes chuvas, afetando 21 famílias e 78 pessoas.

Moradores da rua Laércio Camilo também sofreram  com a enchente e estão desalojados.

Famílias foram deslocados  para o poliesportivo da cidade e receberão alimentos no no posto de saúde da cidade.

Bandeira do Sul

Após uma intensa chuva atingir a cidade, um residência depois de 24 horas. O morador da casa havia acabado de sair quando a casa desabou.

O homem se abrigou no Centro Comunitário, onde chegam doações a todo momento.

Bombeiros vem trabalhando de forma voluntária para ajudar as vítimas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *