Incêndio na Serra da Boa Esperança destruiu mais de 3 mil hectares

O Instituto Estadual de Florestas (IEF) concluiu o levantamento sobre os estragos causados pelo fogo que atingiu o Parque Estadual da Serra da Boa Esperança, em Boa Esperança. O incêndio, que durou quase seis dias, consumiu ao todo 3.105 hectares. Somente dentro do parque, foram destruídos 1.914 hectares.

Conforme o órgão, a destruição representa 32% da área da unidade de conservação. Este foi o maior incêndio já registrado no local desde a criação do parque, em 2007. No último grande incêndio, ocorrido em 2010, aproximadamente 600 hectares de área foram queimados.

Os focos de incêndio surgiram no trecho de Boa Esperança, do parque no sábado (19). Equipes de bombeiros, Polícia Militar de Meio Ambiente, Instituto Estadual de Florestas (IEF) e voluntários se revezavam desde então no combate das chamas. Dois aviões e um helicóptero auxiliaram nos trabalhos. Na segunda-feira, o fogo ameaçava propriedades rurais que ficam no entorno da área de preservação ambiental. Na terça-feira (22), o incêndio já atingia a região de Ilicínea. O fogo foi controlado no local na tarde de quinta-feira (24).

A suspeita é de que o incêndio possa ter sido criminoso.

serra2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *