Guaxupé Café Festival exalta tradições e cultura da cidade ligadas ao café

Abertura da 2ª edição do festival aconteceu na noite desta quarta-feira (29), no Teatro Municipal Arlete Souza Mendes. Programação do evento segue até o dia 30 de junho.

O café estava por todo o canto do teatro municipal: nas mudas da planta e nos grãos maduros que enfeitavam as mesas, nas bebidas servidas aos convidados e até no aroma do foyer. Ao longo dos próximos 45 dias, o café, principal produto da economia da cidade será homenageado na culinária, artesanato e nos costumes durante o Guaxupé Café Festival.

A abertura do evento aconteceu na noite de ontem (29) no Teatro Municipal Arlete Souza Mendes, numa solenidade emocionante, que homenageou a diretora do Instituto Elias José, Silvia Monteiro Elias, e o próprio escritor. A voz de Elias esteve presente entoando “Jogo da Fantasia”, durante apresentação do Grupo SARX.

Autoridades, representantes de classes, agentes culturais, artistas e comunidade participaram da cerimônia de abertura. O evento é realizado pela Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo. Com uma extensa programação, o Guaxupé Café Festival é realizado no mês de aniversário do Município, com diversas atrações gratuitas à população.

Durante a abertura, o público foi recepcionado no foyer, todo decorado, com um coquetel à base de comidas típicas da cultura caipira: pau-a-pique, bolo de fubá, broas, e café. Num clima descontraído, ao som do violinista Danilo Dutra, os convidados foram surpreendidos com a recepção. “Nós vamos expor produtos artesanais num dos estandes e estamos muito animados”, disse o artista plástico Rodrigo, acompanhado pela família no evento. “Impressionante o mimo com que planejaram este espaço e tudo o mais”, reconheceu a professora Sueli, enquanto mantinha uma boa conversa com amigos.

Já durante a abertura, no interior do teatro, a dirigente da Casa da Cultura, Vanessa Marques, atuou como mestre de cerimônia, num palco todo ornamentado com peças típicas do artesanato guaxupeano.

Sentada num banco de madeira, ela dividiu espaço com os secretários Marcos Alexandre Costa Buléd (Cultura, Esporte e Turismo) e Renato Carlos de Gouvêa (Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável), além do prefeito Jarbas Corrêa Filho (Jarbinhas), tendo cada um dos três discursado sobre seus contentamentos pela realização do Guaxupé Café Festival.

“Guaxupé é a ‘capital do café’. Temos nossa Cooxupé, a Exportadora e uma grande quantidade de pequenos, médios e grandes produtores, responsáveis por boa parte da economia desta cidade, lembrando também dos trabalhadores rurais que são fundamentais. Por isto, estamos muito felizes com mais uma edição do evento, que fazemos com o coração e para todos os guaxupeanos”, disse o prefeito Jarbinhas.

Em meio à solenidade, o público acompanhou interpretações musicais no palco com os artistas Ítalo Honório e Aline Moraes. A dupla cantou músicas da MPB, do som tradicional do Nordeste e de outras regiões brasileiras.

Após a abertura no teatro, o público acompanhou os primeiros shows do festival dos “Filhos da Terra – MPB/Sertanejo”, com músicos da cidade.

Amanhã (31) o Guaxupé Café Festival conta com a apresentação do cantor Zé Ramalho, às 22h30, e no sábado (1º), o show “Amizade Sincera” com Sérgio Reis e Renato Teixeira começa a partir das 21h.

Confira aqui a programação completa do festival.

*Com Informações de Ascom-Prefeitura Guaxupé.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *