Greve dos bancários provoca filas em lotéricas

Com bancários parados em 18 das 20 agências da cidade, o morador de Poços de Caldas, enfrentou muita fila na manhã desta sexta-feira (9). Quem optou pelo serviço em lotéricas ou dos Correios também não escapou da demora para conseguir pagar as contas.

Segundo a atendente de uma das casas lotéricas de Poços de Caldas, o movimento já é 30% maior. “É tudo bem corrido. É chamar o cliente, atender rapidinho e chamar o outro porque não dá conta não. Tá bem corrido”, diz Elaine Cristina da Silva.

Funcionários de bancos em todo o país anunciaram a criação do movimento grevista na terça-feira (6). No Sul de Minas, a paralisação ganhou força nesta quinta-feira (8), na volta do feriado da Independência. Na manhã desta sexta-feira (9), a adesão já atingia quase 50% dos municípios atendidos pelo sindicato da categoria.

Em Poços de Caldas, MG, funcionários de bancos públicos e privados estão em greve (Foto: Gustavo Mendanha/ACS SINTRAF-PCR)

Na região de Varginha, base para 70 cidades, a adesão por município subiu de 30 para 34 nas últimas 24h. Na regional de Poços de Caldas, 17 das 26 cidades têm agências bancárias públicas e privadas em greve. Já na regional de Itajubá, em pelo menos oito municípios unidades da Caixa Econômica estão paradas e em 10 há greve no Banco do Brasil.

Contas em dia
Mesmo com a paralisação dos serviços em algumas agências, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) informou que os clientes podem usar os caixas eletrônicos para agendamento e pagamento de contas (desde que não vencidas), saques, depósitos, emissão de folhas de cheques, transferências e saques de benefícios sociais.

O cliente ainda tem a possibilidade de buscar correspondentes bancários, como postos dos Correios e casas lotéricas,para pagar contas e faturas de concessionárias de serviços públicos, sacar benefícios e fazer depósitos, entre outros serviços.

Febraban aconselha correntistas a usarem os canais eletrônicos de atendimento dos bancos (Foto: Daniela Ayres/ G1)
Febraban aconselha correntistas a usarem os canais eletrônicos de atendimento dos bancos (Foto: Daniela Ayres/ G1)

 

 Fonte: G1 Sul de Minas

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *