Frentista morre baleado durante assalto a posto de combustíveis em Jacutinga

Um frentista morreu após ser baleado durante um assalto a um posto de combustíveis no bairro Coronel Rennó, em Jacutinga, na noite desta terça-feira (4). Segundo a Polícia Militar, uma dupla armada chegou ao local numa motocicleta e anunciou o assalto, mas antes de ter acesso ao dinheiro, um deles atirou contra a vítima e fugiu.

De acordo com os militares, Pascoal Seixas de Almeida, de 47 anos, chegou a ser socorrido pelo dono do posto, mas já chegou sem vida ao hospital. Ainda segundo a PM, testemunhas disseram que o frentista não reagiu ao assalto.

“As informações das testemunhas são de que os suspeitos chegaram armados e encapuzados e que um deles já chegou atirando contra a vítima. Eles efetuaram três disparos contra o frentista. Eles fugiram, jogaram fora a touca ninja que usavam e foram embora”, disse o telente Cláudio Antônio de Faria.

Conforme consta na ocorrência, os militares fizeram buscas e com base nas características fornecidas pelas testemunhas, localizaram um suspeito de 23 anos no bairro Vila Esperança, onde a vítima também morava. Segundo a polícia, o rapaz foi preso próximo à casa do frentista. Ele estaria no local observando a movimentação.

A família do frentista não quis falar sobre o caso, mas disse conhecer o suspeito de vista, já que ele morava no mesmo bairro. Após ser detido, o suspeito confessou o crime e disse que atirou no frentista porque ele teria reagido. A versão apresentada por ele é desmentida pelo dono do posto, que também estava trabalhando e disse que Almeida não reagiu, bem como a versão de testemunhas, que informaram que os suspeitos já chegaram atirando.

Segundo o rapaz, a arma usada para matar Almeida estaria com o outro suspeito, que ainda não foi localizado.

montagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *