Fazendeiros entram na Justiça por desapropriação de terras na BR-491

Pelo menos cinco fazendeiros entraram na Justiça contra o Governo de Minas Gerais. Motivo é a negociação em desapropriação de terras que vão permitir as obras de duplicação da rodovia BR-491 que liga Varginha à Três Corações.

O Departamento de Estradas e Rodagens – DER/MG, informou que o preço médio pago pelas terras e imóveis varia de R$ 3,50 a R$ 6 o metro quadrado nas áreas rurais e de R$ 6 a R$ 25 o metro quadrado nas áreas urbanas ou industriais. Além disso, o tamanho, benfeitorias e a topografia também influenciam no preço.

As obras na BR-491 foram anunciadas em setembro do ano passado e serão 18 quilômetros duplicados. Para isso, a desapropriação de terras e imóveis está acontecendo dos dois lados da Rodovia Fernão Dias. Os fazendeiros reclamam que os valores estão abaixo do que realmente valem as terras.

Segundo informações do DER/MG, 51 pessoas serão indenizadas, sendo que 32 ainda não fecharam acordo com o Governo. O processo de negociação pode atrasar a obra, que até então segue com serviços de corte de árvores e limpeza.

O avanço de terraplanagem e construção de bueiros estão previstos para começarem em abril, mas para que isso ocorra é preciso que as faixas de domínio estejam regularizadas, somente após o fim dos processos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *