‘Falso bombeiro’ é procurado por venda de extintores em Pouso Alegre

Um esquema de fiscalização e venda irregular de extintores de incêndio é investigado em Pouso Alegre (MG) nesta sexta-feira (2). Segundo o Corpo de Bombeiros, um homem foi detido por volta das 9h no Bairro São Cristóvão fazendo a venda de extintores em um salão de beleza. Ele seria comparsa de um homem que se passava por bombeiro para forçar a venda do equipamento. O suspeito foi encaminhado para a delegacia da cidade.

A irregularidade foi constatada na tarde desta quinta-feira (1) depois que a dona do salão de beleza ligou para o Corpo de Bombeiros questionando sobre uma suposta fiscalização feita pelo órgão. A mulher relatou aos militares ter recebido a visita de um homem à paisana, que se identificou como bombeiro e ameaçou fechar o comércio dela caso não trocasse os extintores, prontamente oferecidos pelo seu acompanhante, o homem preso na manhã desta sexta-feira.

Flagrante
“Ele teria dito para ela que estava de férias e, por isso, não usava uniforme. Segundo a denunciante, o ‘falso bombeiro’ levou alguns extintores e prometeu voltar com novos hoje”, contou o sargento Lincoln Ferreira de Azevedo, responsável pela prisão do suspeito.

De acordo com Azevedo, os bombeiros chegaram a fazer buscas pela região durante a tarde de quinta, mas não localizaram nenhum suspeito. Diante da possibilidade de encontrar o vendedor e o suposto bombeiro, a equipe retornou ao local nesta sexta, todos vestidos à paisana.

“Às 9h, o vendedor chegou ao salão com os extintores. Eu o abordei como se fosse uma pessoa interessada e ele admitiu que fazia as vendas junto com uma pessoa, que seria bombeiro. Ele inclusive me colocou para falar com a pessoa por telefone. Não conseguimos identificá-lo ainda, mas diante do indício de estelionato, dei voz prisão para o vendedor”, disse o sargento.

Ainda conforme os bombeiros, há indícios de que a dupla esteve em outros comércios da cidade. Até esta publicação, o homem que estaria se passando por bombeiro não havia sido detido.

Fiscalizações só com uniforme e identificação
O Corpo de Bombeiros explicou que as fiscalizações no comércio faz parte das atribuições do órgão, mas que todo militar deve se apresentar fardado e com a carteira de identidade funcional.

Além disso, o bombeiro é proibido de direcionar a venda de extintores e só pode orientar as pessoas quanto à importância de comprar o equipamento de empresas credenciadas. A lista dessas empresas encontra-se disponível no próprio site do órgão.

17135572

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *