Devotos celebram o Dia de Santa Rita de Cássia em cidades do Sul de Minas

Fiéis no Sul de Minas celebram, neste dia 22 de maio, o Dia de Santa Rita de Cássia, a santa das causas impossíveis. Em Santa Rita de Caldas (MG) desde o começo desta manhã, centenas de devotos lotaram a igreja na cidade. Já em Cássia, outro município da região que tem a santa como padroeira, romeiros celebram a data.

Uma carreata com a imagem peregrina deixou Caldas ainda nesta madrugada e chegou bem cedo na cidade vizinha onde muitos fiéis acompanharam o cortejo.

Carreata marca início das celebrações de Santa Rita de Cássia, em Santa Rita de Caldas (MG) (Foto: Reprodução EPTV/Marcelo Rodrigues)
Carreata marca início das celebrações de Santa Rita de Cássia, em Santa Rita de Caldas (Foto: Reprodução EPTV/Marcelo Rodrigues)

“É a fé. [Ela] é a Santa das causas impossíveis, é a nossa protetora. Independente de pedir, a gente sempre tem muito a agradecer. Proteger as nossas famílias, a nossa comunidade. É uma fé fervorosa”, Julie Garcia de Carvalho Monteiro, funcionária pública.

Enquanto alguns pedem proteção, outros agradecem as graças e promessas alcançadas.

“Sou muito devota e agradeço muito, [porque] tudo o que eu peço pra ela, eu sou atendida”, disse a manicure Célia Aparecida Cássia Goulart, que em homenagem à Santa carrega Cássia no nome.

Ao longo do dia serão celebradas missas em Santa Rita de Caldas e a expectativa é que a igreja fique sempre lotada. Enquanto é realizada a celebração, atrás do altar há um outro ponto de devoção. Uma fila de fiéis passa diante da réplica da santa. Ainda segundo relatos históricos a Santa Rita teria plantado uma roseira em um convento e elas floresceram em uma época incomum. Por isso, ao final da missa, é mantida a tradição e cada fiel leva um botão de rosa para casa.

“Ela cuidou com carinho, com fé e aquela rosa voltou a florir, por isso, Santa Rita também é a mulher que exala o perfume da graça de Deus. Por isso, muitas pessoas trazem muitas rosas para esta padroeira, Santa Rita”, explicou o padre Samuel de Faria Gâmbaro.

Fiéis lotam a igreja neste dia 22 de maio para celebrar Dia da Padroeira em Cássia (MG)  (Foto: Reprodução EPTV/Cacá Trovó)
Fiéis lotam a igreja neste dia 22 de maio para celebrar Dia da Padroeira em Cássia (Foto: Reprodução EPTV/Cacá Trovó)

Outra cidade na região que tem a Santa Rita como padroeira é Cássia. Nesta segunda-feira a expectativa é que o município receba cerca de 10 mil romeiros para as celebrações em homenagem à religiosa.

Cássia recebeu o título de Cidade Irmã de Cássia, na Itália. Justamente por isso, a igreja guarda duas relíquias de Santa Rita de Cássia: um pedaço das vestes da santa e um fragmento ósseo. Peças que estão expostas no altar da igreja.

“Então, o nosso santuário recebeu o título de santuário irmão do santuário de Cássia, na Itália, onde fica o corpo incorrupto de Santa Rita. Agora não me recordo muito bem da história, mas alguém foi visitar o santuário e contou do nosso santuário, da história e devoção, da fé do nosso povo. Hoje, nós também temos aqui no nosso santuário, uma partícula óssea, uma relíquia de primeiro grau do corpo de Santa Rita. E também uma de segundo grau que é o fragmento do hábito que ficou sobre o corpo dela”, disse o padre Sandro Henrique Almeida dos Santos.

Santa Rita de Cássia é aplaudida por devotos em Santa Rita de Caldas (Foto: Reprodução EPTV/Marcelo Rodrigues)

Fonte: G1 Sul de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *