Cidades tentam atingir meta de vacinação contra o H1N1

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe H1N1 termina nesta sexta-feira (20), mas diversas cidades do Sul de Minas ainda tentam atingir a meta. No início da campanha, o objetivo traçado foi de imunizar 80% do público alvo.

Em Poços de Caldas, segundo a Secretaria de Saúde do município, foram registrados 20 casos suspeitos de H1N1. Deles, apenas três já tiveram o resultado dos exames concluídos, com dois sendo negativos e um sendo inconclusivo. Na cidade, 76% do público alvo foi  vacinado, o que equivale a mais de 26 mil pessoas.

Em Varginha, já foram vacinadas cerca de 25,5 mil, mas falta ainda atingir a meta com crianças, gestantes e mulheres que acabaram de ter filhos. A Secretaria de Saúde informou que ainda existem doses das vacinas, mas que não há previsão de chegar novas remessas. No município, fora registrados 55 casos suspeitos de H1N1.

Em Pouso Alegre, foram aplicadas 38 mil doses, mas dois grupos continuam abaixo da meta: gestantes, com apenas 52% de vacinações, e crianças, com 66%.

Já em Passos, a meta foi atingida. Foram vacinadas 24 mil pessoas, o que representa mais de 80% do grupo de risco. Nesta segunda-feira (16), uma nova remessa chegou à cidade, com 3,5 mil doses da vacina. A cidade registrou três casos suspeitos de H1N1, que também aguardam os resultados.

Lavras também já conseguiu vacina os 80% propostos. Os primeiros grupos que atingiram a meta foram os profissionais de saúde, as gestantes e os idosos. Depois vieram os outros grupos. Foram mais de 22,5 mil pessoas imunizadas.

A Vigilância de Saúde da cidade registrou 18 casos suspeitos de H1N1, eles estão em análise na Fundação Ezequiel Dias, em Belo Horizonte. Dos nove laudos que já saíram, cinco deram positivo e quatro negativos. Entre esses, um evoluiu para óbito.

vacina2 (1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *