Acusado de mandar matar ex-prefeito é condenado a 19 anos de prisão

O homem acusado de ser o mandante do assassinato do ex-prefeito de Carvalhópolis, José Irineu Rodrigues, foi condenado a cumprir 19 anos de prisão em regime fechado. José Carlos Martins deverá voltar para a Penitenciária de Pedrinhas, no Maranhão, onde cumpre pena. O julgamento, que começou na manhã de terça-feira (14), só terminou por volta de 4h desta quarta-feira (15), no Fórum de Machado.

Segundo a OAB de Machado, o juiz também fez um pedido para que o mandante possa ser transferido para Minas Gerais para cumprir a pena. Conforme as investigações, o crime, que aconteceu em 2011, teria sido motivado pela atuação de Rodrigues como advogado em um processo de separação entre Martins e a esposa.

Ainda cabe recurso. Outro homem apontado como executor do crime, Alex Fontanelle, foi condenado em agosto de 2013 a 17 anos de prisão. Ele teria recebido o valor de R$ 10 mil para cometer o crime. Ele foi condenado mesmo foragido, pois fugiu do Presídio de Alfenas em 2012. Ele permanece foragido.

Entenda o caso
José Irineu Rodrigues, que foi prefeito de Carvalhópolis por dois mandatos e também foi prefeito de Cordislândia, morreu em uma tocaia em 2011, entre Paraguaçu e Machado. Ele recebeu um telefonema para atender um possível cliente – já que também era advogado – e ao chegar no local foi morto com três tiros, ainda dentro do veículo que dirigia.

José Irineu Rodrigues foi prefeito de Carvalhópolis por dois mandados, entre 1997 e 2003, e teve o segundo cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais por abuso de poder econômico durante a campanha política.

Fontanelli foi condenado após ter atirado várias vezes contra o ex-prefeito na Rodovia MG-453, entre Paraguaçu e Machado.  Na ocasião, testemunhas relataram que o criminoso teria ficado parado na estrada por cerca de 20 minutos antes de avistar o carro do político e disparar contra ele.

montagemcrimenova_interna (1)
Suspeito de matar ex-prefeito foi condenado em 2013 (Foto: Reprodução EPTV)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *