60 pássaros mantidos em cativeiro foram encontrados em Oliveira

A Polícia Militar do Meio Ambiente de Oliveira conseguiu chegar nesta segunda-feira (30) a um criador amadorista de passeriformes que mantinha de forma irregular 60 pássaros da fauna silvestre brasileira em cativeiro sem o devido registro. O homem não foi encontrado.

O suspeito, de 47 anos, possui residência no Povoado Joaquim Rodrigues, pertencente ao município de Passa Tempo. No local foram encontrados 28 pássaros sem anilhas, 31 com anilhas adulteradas e um espécime resultante de cruzamento de duas espécies diferentes, o que é proibido por lei.

Contrariando a legislação ambiental e o código penal brasileiro, o autor foi multado em um valor de R$ 136.529,05. Os animais passaram por exame de saúde por médico veterinário. 24 deles foram reintroduzidos na natureza por estarem aptos a vida selvagem, os demais foram encaminhados ao CETAS de Belo Horizonte.

A Polícia Militar do Meio Ambiente alerta: não mantenha animais da fauna silvestre presos em cativeiro. Isso é crime. Se for flagrado, o autor será preso e ainda terá em seu desfavor multa ambiental.

Contatos com a Polícia Militar de Meio Ambiente de Lavras pelo (35) 3829-2122 ou e-mail pmambientallavras@gmail.com, 6ciamamblavras@gmail.com

Fonte e fotos: Polícia Militar do Meio Ambiente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *