Youssef sofrer intimidação de ‘pau mandado de Cunha’ em CPI

O doleiro Alberto Youssef afirmou nesta quinta-feira (16), em depoimento à Justiça Federal no Paraná, que está sendo vítima de intimidação por um deputado federal que integra a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga os supostos desvios de dinheiro da Petrobras. Youssef não identificou o parlamentar, mas disse que é um “pau mandado” do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

No vídeo do depoimento feito perante o juiz Sérgio Moro, e divulgado pela Justiça Federal, um advogado que não é identificado pergunta se Youssef vem sofrendo ou tem sentido “alguma pressão em razão desse depoimento específico”.

“Sim, eu venho sofrendo intimidação perante as minhas filhas, perante a minha ex-esposa, por uma CPI coordenada por alguns políticos e que inclusive o nome de um deles foi mencionado aqui por mim”, responde Youssef. “E eu acho isso um absurdo, eu como réu colaborador quero deixar claro que eu estou sendo intimidado pela CPI da Petrobras por um deputado, pau mandado do senhor Eduardo Cunha”, disse.

A audiência desta quinta é de um processo ligado à oitava fase da Operação Lava Jato. Youssef é um dos réus neste processo, que inclui ainda o ex-diretor da área internacional da Petrobras, Nestor Cerveró, o lobista Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano e o empresário Júlio Camargo.

alberto-youssef-estadão

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *