Seis crianças menores de 10 anos já morreram de Covid-19 em SP

Em apenas 48 horas foi registrada a morte de mais uma criança da capital paulista vítima do novo coronavírus, segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, sob gestão João Doria (PSDB).

Ela tinha 3 anos e é a sexta vítima infantil da doença no estado, a terceira nesta semana. Outras cinco crianças morreram com coronavírus em menos de um mês.A primeira e a segunda eram da cidade de São Paulo e tinham 7 meses e um ano de idade, respectivamente. A terceira morava em Penápolis (477 Km de SP) e tinha 9 anos.A quarta tinha 4 anos e era de Francisco Morato (Grande SP). A quinta, um bebê de um ano, também era da capital paulista. As duas crianças morreram nesta semana, de acordo com informações do governo de SP.

Mortes em SP

Mais de mil pessoas morreram em decorrência do novo coronavírus na última semana, no estado de São Paulo. Neste domingo (17), o total é de 4.782 óbitos, contra 3.709 no dia 10 de maio. O número de vítimas fatais superou o total de mortos em todo o México – segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), foram 4.767 mortes no país até o momento

Entre as vítimas fatais, estão 2.832 homens e 1.950 mulheres. Os óbitos continuam concentrados em pacientes com 60 anos ou mais, totalizando 72,9% das mortes. Observando faixas etárias subdividas a cada dez anos, nota-se que a mortalidade é maior entre 70 e 79 anos (1.150 do total), seguida por 60-69 anos (1.102) e 80-89 (920).

Também faleceram 314 pessoas com mais de 90 anos. Fora desse grupo de idosos, há também alta mortalidade entre pessoas de 50 a 59 anos (680 do total), seguida pelas faixas de 40 a 49 (355), 30 a 39 (200), 20 a 29 (41) e 10 a 19 (13), e seis com menos de dez anos.

Os principais fatores de risco associados à mortalidade são cardiopatia (58,6% dos óbitos), diabetes mellitus (43,6%), doença neurológica (11,4%), doença renal (10,8%) e pneumopatia (9,7%). Outros fatores identificados são imunodepressão, obesidade, asma e doenças hematológica e hepática.

Esses fatores de risco foram identificados em risco: 3.862 pessoas que faleceram por COVID-19 (80,8%)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *