Por humilhação, Angolano diz que processará governos do Brasil e de Portugal

O general angolano Bento dos Santos “Kangamba”, sobrinho do ex-presidente do país Eduardo dos Santos anunciou hoje durante entrevista à Agência Lusa que pretende processar os Estados brasileiro e português por ter sido vítima de humilhação pública por vários anos. A decisão foi tomada após resultados favoráveis ao militar em tribunais do Brasil neste mês. Ele foi absolvido em um processo que corria desde 2012 sobre seu suposto envolvimento no tráfico internacional de mulheres para prostituição. O juiz do caso, conforme ressaltou o veículo de comunicação português, chegou a criticar a atuação do Ministério Público Federal por falta de provas.

“Isso afetou a minha imagem, afetou a imagem da minha família, enfim, a do próprio povo angolano”, afirmou à agência de notícias. “Fui humilhado”, insistiu. Segundo ele, instruções já foram dadas a seus advogados nos dois países para avançarem com os processo de pedido de indenização. “Quero indenizações sérias e tenho causa justa. Mais uma vez digo: sempre fui uma pessoa séria e honesta.”

No processo brasileiro, Santos era acusado – com outras seis pessoas – por crimes de formação de quadrilha, tráfico internacional de seres humanos e crimes contra o patrimônio. Kangamba chegou a ter um mandado internacional de captura pendente expedido pela justiça brasileira e que pedia sua prisão preventiva. Ela, no entanto, nunca ocorreu. Esse processo, posteriormente, foi citado em uma investigação feita pela Justiça portuguesa em 2013 sobre lavagem de dinheiro.

Fonte: Hoje em Dia / Foto: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *