Pisoteamento durante baile funk mata 9 pessoas em São Paulo

Confusão, tiros e mortes marcaram o final de semana em Paraisópolis, região sul de São Paulo.

Cerca de 5 mil pessoas estavam no baile funk. A Polícia Militar relata que realizava a Operação Pancadão quando uma moto com dois suspeitos atirou contra os agentes. Policiais do 16º Batalhão de Polícia Militar passaram a perseguir os suspeitos que entraram na favela de Paraisópolis, em direção ao local onde acontecia o baile funk. Já pessoas que estavam no local, contra outra versão na qual policiais já chegaram atirando em todos que estavam no baile, encurralando em uma pequena viela e agredindo quem estava na festa.

Nove pessoas foram pisoteadas e mortas, outras sete foram levadas ao hospital AMA Paraisópolis sendo uma vítima de disparo com arma de fogo, as nove vítimas fatais morreram no hospital Campo Limpo. Ainda de acordo com a Polícia Militar duas viaturas foram depredadas.

Em uma rede social o governador de São Paulo, João Doria Júnior lamentou a morte das vítimas e prometeu que será feita uma apuração rigorosa do caso. “Lamento profundamente as mortes ocorridas no baile funk em Paraisópolis nesta noite. Determinei ao Secretário de Segurança Pública, General Campos, apuração rigorosa dos fatos para esclarecer quais foram as circunstâncias e responsabilidades deste triste episódio.” disse Dória em sua conta no Twitter.

O caso está sendo registrado no 89º Distrito Policial, do Jardim Taboão, e a PM instaurou inquérito policial militar para apurar todas as circunstâncias da ocorrência.

Redação CSul – Alisson Marques 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *