Mesmo com ‘instabilidade política’, Olimpíada terá ‘sucesso’, diz Dilma

A presidente Dilma Rousseff durante a cerimônia de acendimento da tocha olímpica no Palácio do Planalto.
A presidente Dilma Rousseff durante a cerimônia de acendimento da tocha olímpica no Palácio do Planalto.

A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta terça-feira (3), durante a cerimônia de acendimento da tocha olímpica no Palácio do Planalto, que, mesmo com o atual cenário de “instabilidade política” no país, a Olimpíada do Rio será um “sucesso”. Alvo de um processo de impeachment no Congresso Nacional, a presidente deu a largada para a “maratona” de revezamento da tocha olímpica pelo país ao acender a tocha que marca a chegada dos jogos olímpicos ao Brasil.

Sem citar diretamente o processo de afastamento que enfrenta no parlamento, Dilma citou em seu discurso o momento “muito difícil” que o país enfrenta em razão da crise política e econômica e pediu que a sociedade se “esforce” para o Brasil não perder o “espírito de tolerância” e o respeito às opiniões divergentes.

“Sabemos as dificuldades políticas que existem em nosso país hoje. Conhecemos a instabilidade política. O Brasil será capaz de, mesmo convivendo com um período difícil, muito difícil, verdadeiramente crítico da nossa história, e da história da democracia, o nosso país saberá conviver porque criamos todas as condições para isso, com a melhor recepção de todos os atletas e todos os visitantes estrangeiros”, ressaltou a presidente durante a solenidade.

“Somos um país cujo povo sabe lutar pelos direitos e proteger a democracia. [O Brasil] é um país onde as Olimpíadas terão o maior sucesso nos próximos meses. […] O que vale é a luta, e nós sabemos lutar”, acrescentou a petista.

Dilma fez ainda um pedido para que a chama olímpica “guie” todos os atletas e visitantes que vieram ao Brasil participar dos jogos olímpicos. “Vamos todos nós, juntos, ter orgulho de que estamos oferecendo a melhor Olimpíada do mundo”, enfatizou.

Dilma dedicou grande parte de seu discurso para elogiar a preparação da Olimpíada nos últimos anos. Ela destacou ainda que “praticamente” todas as estruturas esportivas previstas para o evento esportivo já estão prontas.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *