Lula continua a liderar corrida presidencial; Sem o ex-presidente, 34% dos nordestinos declaram voto nulo ou branco

Mesmo preso, o ex-presidente Lula lidera a corrida presidencial para as eleições. Dados divulgados pelo Datafolha no domingo 15 mostram que Lula tem 31% das intenções de votos. Além disso, 30% dos entrevistados disseram que votariam em alguém indicado pelo ex-presidente, caso ele fique impossibilitado de concorrer às eleições e 16% talvez. Entre os apoiadores de Lula, 66% votariam em candidato indicado por ele e 21% talvez.

A pesquisa, realizada entre a quarta-feira 11 e a sexta-feira 13, com 4194 entrevistas em 227 municípios, ainda mostrou a situação eleitoral dos pré-candidatos em alguns possíveis cenários. Em um deles, com Lula candidato, Temer fora da disputa e o MDB lançando Meirelles, Lula lidera com 31% das intenções de votos, seguido por Jair Bolsonaro (PSL) com 15% e Marina Silva (Rede) com 10%. Em um segundo cenário, com Lula candidato, Temer buscando a reeleição e Meirelles fora da disputa, o cenário em nada se altera, mantendo-se as intenções de voto.

Uma terceira possibilidade, seria a de Lula seguir como candidato sem a participação de Temer, Meirelles, Rodrigo Maia e Flavio Rocha na disputa eleitoral. Nesse caso, o petista acumula 31% das intenções de votos, Bolsonaro registra aumento de um ponto percentual, indo a 16% e Marina se mantém com 10%.

As análises também consideraram cenários sem Lula na disputa presidencial. Um deles avaliou a candidatura de Fernando Haddad pelo PT, no lugar do ex-presidente, Temer fora da eleição e Meirelles pelo MDB. Nesse caso, quem desponta nas intenções de voto é Bolsonaro, com 17%, seguido por Marina Silva, com 15% e Ciro Gomes com 9%. O porcentual das intenções de votos se mantém caso o PT lance Fernando Haddad, com Temer disputando a reeleição e Meirelles fora da corrida. Em ambos os casos, Haddad acumula 2% das intenções de votos.

Caso o PT lance Haddad e fiquem de fora da disputa Temer, Meirelles, Rodrigo Maia e Flavio Rocha ganha alguma vantagem Joaquim Barbosa (PSB), que aparece em terceiro lugar com 10% das intenções de votos, atrás de Bolsonaro com 17% e Marina com 15%.

Outras duas análises consideram a candidatura de Jaques Wagner, pelo PT no lugar de Lula. Com Temer fora da eleição e o MDB apostando em Meirelles ou com a busca de Temer pela reeleição e sem a disputa por Meirelles, os cenários são o mesmo para os primeiros colocados: Bolsonaro 17%, Marina 15% e Joaquim Barbosa empatado com Ciro Gomes, ambos com 9% das intenções de votos.

Caso o PT e Temer fiquem fora das eleições, segundo o Datafolha, a disputa presidencial seria mais vantajosa a Bolsonaro, que desponta com 17% das intenções de votos, seguido por Marina 16% e Joaquim Barbosa 9%.

O PT já indicou que vai manter a intenção de registrar a candidatura de Lula. Apesar do veto imposto pela Lei da Ficha Limpa à candidatura, a Legislação permite que ele peça registro mesmo preso, cabendo à Justiça Eleitoral analisar o pedido.

Sem Lula, 34% dos nordestinos declaram voto nulo ou branco nas eleições

A pesquisa Datafolha divulgada no domingo (15) indica que a ausência do nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na corrida presidencial tem especial impacto no Nordeste. As informações foram divulgadas na coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, desta segunda-feira (16).

Na região, o percentual de eleitores que indicam voto nulo ou branco em cenários sem o petista varia entre 31% e 34%. Com o ex-presidente no páreo, o índice oscila entre 13% e 14%. Lula é candidato de até 51% dos nordestino, a depender do cenário proposto pelo levantamento.

Os números devem ampliar a pressão para que o ex-presidente defina um sucessor, já que 66% do eleitorado da região afirma votaria em candidato indicado por Lula. Um dos nomes mais fortes para a função é o do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad.

Fonte: Carta Capital / Foto: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *