Justiça solta bicheiro Carlinhos Cachoeira, Cavendish e mais três

O empresário Fernando Cavendish, dono da construtora Delta, e o contraventor Carlos Augusto Ramos, conhecido como Carlinhos Cachoeira, foram soltos por volta das 4h desta segunda-feira (11).

Eles estavam presos no Conplexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, no Rio de Janeiro por causa da na Operação Saqueador, da PF (Polícia Federal).

A soltura cumpre uma decisão da desembargadora Nizete Lobato, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, que autorizou ontem a liberação deles.

Também foram soltos Adir Assad, Marcelo Abbud e Cláudio Abreu, que haviam sido presos na mesma operação.

Uma decisão do ministro Nefi Cordeiro, do STJ (Superior Tribunal de Justiça), tomada na última sexta-feira (8), determinou que todos deveriam ser liberados, mas com o uso de tornozeleiras.

 

Cachoeira estava preso desde o final de junho após operação da PF Fernando Frazão/30.06.2016/Agência Brasil
Cachoeira estava preso desde o final de junho após operação da PF
Fernando Frazão/30.06.2016/Agência Brasil

Com a falta do equipamento, que não está sendo fornecido pela empresa contratada, por falta de pagamento do governo do Estado do Rio de Janeiro, eles permaneceram no presídio. Agora, soltos, com a decisão da desembargadora, serão monitorados pela PF.

A Operação Saqueador, da Polícia Federal, rastreia esquema de desvio de verbas públicas e lavagem de dinheiro, no valor de R$ 370 milhões.

De acordo com o MPF (Ministério Público Federal), além dos principais acusados Fernando Cavendish e Carlinhos Cachoeira, foram denunciadas 21 pessoas, entre executivos, diretores, tesoureira e conselheiros da empreiteira e proprietários e contadores de empresas fantasmas, criadas por Carlinhos Cachoeira e os empresários Adir Assad e Marcelo Abbud.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *