Governo oficializa exoneração de Bebianno e alega ‘foro íntimo’

Após a crise instalada desde a última semana no governo, a demissão do ministro da Secretaria-Geral, Gustavo Bebianno, foi confirmada na noite desta segunda-feira pelo porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros. Em um pronunciamento à imprensa, ele leu uma nota na qual comunicou oficialmente que o presidente Jair Bolsonaro decidiu pela exoneração de Bebianno.

Perguntado sobre a razão da demissão, o porta-voz explicou que foi uma questão de “foro íntimo” do presidente. No pronunciamento ele não respondeu as principais perguntas sobre a crise, nem sobre a demora no anúncio da demissão. Rêgo Barros disse apenas que Bolsonaro usou o “tempo necessário” pensando na decisão.

Em nome do presidente Jair Bolsonaro, o porta-voz agradeceu ao ministro Bebianno e lhe desejou sucesso:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *