Em Tiradentes garoto de 12 anos confessa ter matado estudante

 

Jovem estudante que foi assassinada em Tiradentes no dia 3 de julho. Foto: Reprodução Internet/Facebook

O caso da estudante Gisele Capôs, de 16 anos, assassinada na cidade histórica de Tiradentes no dia 3 de julho, teve uma reviravolta.

As investigações da Polícia Civil apontaram que o crime aconteceu quando a jovem voltava da escola. No momento em que a adolescente descia do ônibus e seguia para casa, ela foi agarrada pelo assassino e estrangulada com uma corda.

Um homem de 26 anos foi preso acusado de ter sido o assassino da estudante, o motivo seria porque ele nutria por ela um amor não correspondido. Um menor de 12 anos foi quem acusou o homem de 26 anos.

Acontece que as investigações continuaram e a polícia descobriu o envolvimento do adolescente de 12 anos na história e menor acabou confessando o crime. Ele alegou que era ele que queria um relacionamento com a estudante.

Depois da confissão do adolescente, a prisão do homem de 26 anos foi revogada e, apesar de ter confessado o crime, o adolescente continua em liberdade. De acordo com o juiz Ernane Barbosa, de São João del-Rei, as investigações vão continuar e somente depois de concluídas é que será possível apontar o verdadeiro culpado pelo crime.

Fonte: Jornal de Lavras 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *