CNMP conclui que MPs do DF, RJ e GO atuaram com eficiência em casos ocorridos em unidades de internação

Nessa terça-feira, 12 de fevereiro, durante a 1ª Sessão Ordinária de 2019, o Plenário do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) concluiu que os Ministérios Públicos do Distrito Federal, do Rio de Janeiro e de Goiás atuaram de forma eficiente, tomando todas as providências necessárias, em relação a fatos ocorridos em unidades de internação e de semiliberdade.

Na análise dos procedimentos internos instaurados pela Comissão da Infância e Juventude (CIJ), o Plenário, por unanimidade, seguiu o voto do conselheiro Leonardo Accioly, que também exerce o cargo de presidente CIJ. Nos três casos, a comissão apurou que os MPs atuaram de forma eficiente, tomando todas as providências necessárias na elucidação dos fatos narrados. Por isso, os processos foram arquivados.

O primeiro procedimento tratou da visita técnica realizada pela comissão nas unidades de internação e semiliberdade do Distrito Federal. O segundo processo foi instaurado para acompanhar a atuação do Ministério Público do Rio de Janeiro em denúncias sobre irregularidades no sistema socioeducativo fluminense.

O terceiro, por sua vez, teve o objetivo de acompanhar a atuação do Ministério Público de Goiás na apuração das causas do incêndio ocorrido em unidade de internação para cumprimento de medida socioeducativa, em que nove adolescentes morreram e dois ficaram feridos.

Processos Internos de Comissão
57/2018-46 (Distrito Federal).
76/2018-72 (Rio de Janeiro)
77/2018-17 (Goiás)

Fonte e foto: CNMP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *