Ala governista do PSDB articula substituição imediata de Tasso

Cresce a pressão dentro do PSDB para uma definição ainda nesta semana sobre mudanças no comando partidário. A ala tucana ligada ao governo articula uma substituição imediata do senador Tasso Jereissati, atual presidente interino da sigla.

A solução mais rápida que está sendo discutida é o senador Aécio Neves retomar a presidência do partido e logo em seguida indicar um novo vice-presidente para exercer o comando tucano. Isso porque Aécio, que se afastou da presidência após as delações da JBS, vai continuar fora da função.

A ideia de Aécio indicar um vice ganhou força no fim de semana, depois que uma propaganda do partido gerou repercussão negativa ao criticar o “presidencialismo de cooptação”. Também gerou impacto entre os tucanos a reunião fora da agenda entre Aécio e o presidente Michel Temer, na sexta-feira.

A avaliação interna é que o impasse dentro do partido chegou ao limite. Entre os vice-presidentes do PSDB estão o ex-governador Alberto Goldman, os ministros Aloysio Nunes (Relações Exteriores) e Bruno Araújo (cidades), o senador Flexa Ribeiro e o deputado Giuseppe Vecci.

Como os ministros têm cargo no Executivo, vem sendo cogitado o nome até mesmo de Vecci para assumir interinamente no lugar de Tasso.

“Da forma que está, não dá mais para segurar. É preciso uma solução imediata no PSDB”, desabafou ao blog um ministro tucano.

Blog do Gerson Camarotti / G1

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *